Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Salmos’ Category

SALMO 122

1. ALEGREI-ME quando me disseram: Vamos à casa do Senhor.
2. Os nossos pés estão dentro das tuas portas, ó Jerusalém.
3. Jerusalém está edificada como uma cidade que é compacta.
4. Onde sobem as tribos, as tribos do Senhor, até ao testemunho de Israel, para darem graças ao nome do Senhor.
5. Pois ali estão os tronos do juízo, os tronos da casa de Davi.
6. Orai pela paz de Jerusalém; prosperarão aqueles que te amam.
7. Haja paz dentro de teus muros, e prosperidade dentro dos teus palácios.
8. Por causa dos meus irmãos e amigos, direi: Paz esteja em ti.
9. Por causa da casa do Senhor nosso Deus, buscarei o teu bem.

No amor de Cristo Jesus,
Erlete Martins

Anúncios

Read Full Post »

LAMENTAÇÃO DE UM ATRIBULADO

1. SENHOR Deus da minha salvação, diante de ti tenho clamado de dia e de noite.
2. Chegue a minha oração perante a tua face, inclina os teus ouvidos ao meu clamor;
3. Porque a minha alma está cheia de angústia, e a minha vida se aproxima da sepultura.
4. Estou contado com aqueles que descem ao abismo; estou como homem sem forças,
5. Livre entre os mortos, como os feridos de morte que jazem na sepultura, dos quais te não lembras mais, e estão cortados da tua mão.
6. Puseste-me no abismo mais profundo, em trevas e nas profundezas.
7. Sobre mim pesa o teu furor; tu me afligiste com todas as tuas ondas. (Selá.)
8. Alongaste de mim os meus conhecidos, puseste-me em extrema abominação para com eles. Estou fechado, e não posso sair.
9. A minha vista desmaia por causa da aflição. SENHOR, tenho clamado a ti todo o dia, tenho estendido para ti as minhas mãos.
10. Mostrarás, tu, maravilhas aos mortos, ou os mortos se levantarão e te louvarão? (Selá.)
11. Será anunciada a tua benignidade na sepultura, ou a tua fidelidade na perdição?
12. Saber-se-ão as tuas maravilhas nas trevas, e a tua justiça na terra do esquecimento?
13. Eu, porém, SENHOR, tenho clamado a ti, e de madrugada te esperará a minha oração.
14. SENHOR, porque rejeitas a minha alma? Por que escondes de mim a tua face?
15. Estou aflito, e prestes tenho estado a morrer desde a minha mocidade; enquanto sofro os teus terrores, estou perturbado.
16. A tua ardente indignação sobre mim vai passando; os teus terrores me têm retalhado.
17. Eles me rodeiam todo o dia como água; eles juntos me sitiam.
18. Desviaste para longe de mim amigos e companheiros, e os meus conhecidos estão em trevas.
SALMO 88

Erlete Martins

Read Full Post »

salmo-4.png

Erlete Martins

Read Full Post »

O SENHOR É O MEU PASTOR

salmo23.png

1. O SENHOR é o meu pastor; nada me faltará.
2. Ele me faz repousar em pastos verdejantes. Leva-me para junto das águas de descanso;
3. refrigera-me a alma. Guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome.
4. Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque tu estás comigo; o teu bordão e o teu cajado me consolam.
5. Preparas-me uma mesa na presença dos meus adversários, unges-me a cabeça com óleo; o meu cálice transborda.
6. Bondade e misericórdia certamente me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na Casa do SENHOR para todo o sempre. (SALMO 23)Erlete Martins

Read Full Post »

SOB A SOMBRA DO ALTÍSSIMO

salmo91

1. O que habita no esconderijo do Altíssimo e descansa à sombra do Onipotente
2. diz ao SENHOR: Meu refúgio e meu baluarte, Deus meu, em quem confio.
3. Pois ele te livrará do laço do passarinheiro e da peste perniciosa.
4. Cobrir-te-á com as suas penas, e, sob suas asas, estarás seguro; a sua verdade é pavês e escudo.
5. Não te assustarás do terror noturno, nem da seta que voa de dia,
6. nem da peste que se propaga nas trevas, nem da mortandade que assola ao meio-dia.
7. Caiam mil ao teu lado, e dez mil, à tua direita; tu não serás atingido.
8. Somente com os teus olhos contemplarás e verás o castigo dos ímpios.
9. Pois disseste: O SENHOR é o meu refúgio. Fizeste do Altíssimo a tua morada.
10. Nenhum mal te sucederá, praga nenhuma chegará à tua tenda.
11. Porque aos seus anjos dará ordens a teu respeito, para que te guardem em todos os teus caminhos.
12. Eles te sustentarão nas suas mãos, para não tropeçares nalguma pedra.
13. Pisarás o leão e a áspide, calcarás aos pés o leãozinho e a serpente.
14. Porque a mim se apegou com amor, eu o livrarei; pô-lo-ei a salvo, porque conhece o meu nome.
15. Ele me invocará, e eu lhe responderei; na sua angústia eu estarei com ele, livrá-lo-ei e o glorificarei.
16. Saciá-lo-ei com longevidade e lhe mostrarei a minha salvação. (SALMO 91)

Erlete Martins

Read Full Post »